{ACESSÓRIOS} SERTANEJAS XHIC XHIC

sertanejas
A Sertanejas XhicXhic surgiu em 2016 quando sua idealizadora, Debora Auster, percebeu a necessidade de sandálias e bolsas com um visual bacana. Procurando por um produto bem feito, com custo legal, feito à mão e com muito carinho atrelado ao trabalho artesanal do sertão da Bahia.

A ideia é sempre a inovação com cores e texturas diferentes, relacionadas as tendências da moda atual, visando um público descolado e antenado em produtos com essência local, aliando a rusticidade do couro ao charme de tecidos e detalhes modernos.

Assim, andando pelo sertão do estado Sertanejas XhicXhic agregou produtos como variados modelos de sandálias e bolsas vindos de pequenas cidades, onde a cultura da manufatura do couro ainda é vinculada a produção manual, sem processos de massificação das grandes indústrias calçadistas, tornando cada produto único.

Sem se afastar do que as tendências da moda nacional e internacional trazem a cada temporada, a Sertanejas XhicXhic roda o país atrás do que há de mais atual em tecidos, cores, formas e combinações que se destaquem junto às sandálias e as bolsas selecionadas.

Continuar a ler

Anúncios

{ACESSÓRIOS} ANDRÉA CARVALHO

andrea

A Crizzapi é uma marca nacional de bolsas femininas em couro legítimo, e foi criada há 17 anos pela família Peixoto. A grife que vem conquistando as mulheres está presente nas melhores boutiques do Brasil e conta com lojas exclusivas também na Europa e EUA.

O conceito da Crizzapi Bolsas é a proposta do único, do conceitual, do atemporal e do artesanal. O design tem estilo próprio e sofisticado, adaptado ao perfil das mulheres de personalidade, exigentes e sintonizada com as tendências mundiais. Continuar a ler

{ACESSÓRIOS} LEILA BOAVISTA

1

Leila Boavista no Pop Up Shop
Baiana já criou acessórios para Chanel, Valentino e Prada

Os colares, pulseiras, brincos, sandálias e tiaras feitos à mão pela baiana Leila Boavista – já vendidos nos principais centros de moda da Europa – vão ser expostos na quinta edição do Pop Up Shop, em Salvador.

Leila Boavista

Pós-graduada em moda sustentável, na Copenhagen School of Design and Technology, na Dinamarca, a designer Leila Boavista cria acessórios exclusivos com materiais naturais, como o algodão e a seda, geralmente usados na produção de roupas.

Definidas como contemporâneas, as peças são feitas exclusivamente com linhas e a combinação de cores faz com que cada uma delas seja única. Pensadas como uma obra de arte, do design à utilização de produtos.

Produzidos em pequena escala, os acessórios Leila Boavista se encaixam no movimento “slow fashion”, ou moda devagar, nascido na Europa, com as produções feitas com soluções sustentáveis e de qualidade. Na contramão do “fast fashion”, da produção exagerada e massificada da moda. Continuar a ler